| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

e-cult
Desde: 27/10/2004      Publicadas: 34      Atualização: 22/11/2005

Capa |  Cinema  |  Editorial  |  Eventos Culturais  |  Geral  |  Links  |  Literatura  |  Música  |  Opinião  |  Teatro  |  Televisão


 Música

  24/11/2004
  0 comentário(s)


Batuque Cultural, Agito Nacional

Depois do carnaval, Bartucada mantém sua agenda cheia

Batuque Cultural, Agito Nacional
Da Redação
O carnaval já passou, mas quem pensa que por causa disso a cidade de Diamantina e seus blocos carnavalescos ficam parados e esquecidos está enganado. A histórica cidade está localizada no nordeste de Minas Gerais, perto de Milho verde, a um passo do Vale do Jequitinhonha. É a terra de muita gente famosa como Chica da Silva e Juscelino kubitscheck. Lugar que nasceu em meio ao garimpo de diamantes hoje é internacionalmente conhecida pelo turismo e principalmente por este carnaval de rua que atrai tantos foliões.

A tradição carnavalesca da cidade ultrapassa séculos. Esta manifestação cultural teve início ainda nos tempos da escravidão e perdura até os dias de hoje com grande sucesso. Reconhecida e tombada pela Unesco como “Cidade Patrimônio Cultural da Humanidade”, Diamantina recebe nas suas ruas, durante os dias de folia, 30 mil pessoas em média, que fazem festa regada à cerveja, gente bonita e muita música. O carnaval, propriamente dito, acontece no centro histórico e conta com várias atrações: sambas de roda, desfiles de blocos, shows e é claro, muita batucada. Segundo a diretora de cultura da Prefeitura de Diamantina, Sandra Meira Dias são seis dias de festa, só terminando na quarta-feira de cinzas, religiosamente. “As festas daqui são completas, com o apoio da Polícia Militar e segurança contratada.”, explica. Para Sandra, o principal atrativo do carnaval é a “rara beleza do conjunto arquitetônico”.

A animação fica por conta dos batuques e das bandas que tocam nos palcos da cidade. Ao todo, são nove blocos desfilando. A Bartucada é a mais famosa e tradicional banda de Diamantina. Quem conhece sabe que o samba é da melhor qualidade. Para quem nunca ouvir falar, a Bartucada Participações, Eventos e Turismo Ltda é uma sociedade civil, que tem como finalidade primordial a preservação cultural e artística do carnaval de Diamantina. Com 30 anos de tradição, o bloco realiza shows de oito a dez horas de música ininterruptas durante os cinco dias de folia. Shows estes, que levam até 50.000 pessoas e euforia durante toda a madrugada até as primeiras horas da manhã.

Na capital mineira, a Bartucada também faz sucesso entre os jovens. Há sete anos vem se apresentando no pré-carnaval, promovido pela Belotur, no coração da Savassi.

Sendo a única banda a oferecer um show acústico e rítmico de samba, representa um diferencial no mercado musical mineiro e nacional. É composto por uma bateria de 70 a 80 ritmistas. No total, são mais de 170 componentes, que tocam durante todo ano na capital e pelo interior do estado.

Além dos shows, passam pela cidade os blocos caricatos que agitam as pessoas pelos becos estreitos e ladeiras íngremes. Nestes blocos está estampado o mais precioso folclore da região, perpetuando arte e cultura. A conhecida Banda “Fogosas do Sapo Sêco” existe desde do início do século passado. O que começou com um grupo de mascarados da família de Elias Sapo Sêco, hoje, mesmo sem incentivo econômico tenta preservar a tradição da jovialidade diamantinense.

No carnaval contemporâneo, os blocos tomaram outra conotação. Grupos de jovens, com o objetivo em comum de se divertir, se juntam e fazem suas próprias festas no feriado mais animado do ano. Um exemplo disto é a Bartupegada, composta por quatro pessoas que depois de conhecerem o carnaval de Diamantina não deixarão nunca mais de freqüentar a cidade.

Porém, diamantina não é só festa. Surgida em meio a descoberta do diamante na região, a cidade apresenta monumentos significativos para história da Arte e Arquitetura, além de várias obras do arquiteto Oscar Niemeiyer.


- Imagem: Logotipo da banda


Veja também: A Bartupegada no embalo de Diamantina

  Autor: Kátia Bezerra


  Mais notícias da seção Reportagem no caderno Música
24/11/2004 - Reportagem - A Bartupegada no embalo de Diamantina
Bloco criado há poucos anos já se tornou tradicional no mais famoso carnaval de Minas Gerais...
22/11/2004 - Reportagem - Banda “Mandrak” canta histórias da trupe
Banda mineira está cada vez mais em voga no cenário musical brasileiro...



Capa |  Cinema  |  Editorial  |  Eventos Culturais  |  Geral  |  Links  |  Literatura  |  Música  |  Opinião  |  Teatro  |  Televisão
Busca em

  
34 Notícias


Eventos Culturais
 

Notícia

 

O Brasil feito à mão

 

Notícia

 

Mistura Fina


Opinião
 

Vídeo

 

O verdadeiro valor

 

Vídeo

 

“Outracoisa” completa 1 ano


Geral
 

Reportagem

 

Artesã de 84 anos é atração em Macacos

 

Notícia

 

Centro de Idiomas surge em prol do intercâmbio cultural


Cinema
 

Resenha

 

Carandiru, de Hector Babenco

 

Resenha

 

Drácula de Coppola


Teatro
 

Notícia

 

Comédia retrata vida de um estressado


Televisão
 

Notícia

 

Programas culturais se unem para produzir minissérie


Literatura
 

Crônica

 

Lembranças de Um Pai

 

Artigo

 

Josué de Castro: um Brasileiro escrito por suas referências e realizações


Links
 

Links

 

e-cult recomenda